Eventos

2023-10-21

Agricultoras holandesas juntaram-se em Terena para caminhar

Só Ellen de Heus estava a «jogar em casa». Tem um terreno em Montejuntos - próximo da célebre praia do concelho do Alandroal - que comprou há oito anos. As restantes amigas viajaram desde Évora, Montemor-o-Novo, Costa de Caparica, Benavente e Santarém. São todas holandesas que um dia decidiram instalar-se em Portugal para se dedicarem à agricultura. As empresárias juntaram-se este sábado para percorrerem 15 quilómetros à volta de Terena

Roberto Dores
 
   «Combinámos pelo WhatsApp que seria este o caminho ideal para nós. 15 quilómetros, quase tudo plano, calminho e tão bonito. Está a ser excelente», enfatiza Ellen em nome do grupo, quando ainda faltam uns quilómetros para chegarem até ao alto de Terena que se avista a partir da barragem de Lucefecit.

Ellen de Heus vive em Montejuntos há oito anos. Uma semana bastou para fazer o negócio e ficar por cá
 

   Para trás deixaram o caminho de terra batida junto à albufeira, agora à míngua de água. Integram a comitiva que partiu do castelo para o circuito definido pelo Portugal Walking Festival. Ainda falta passar à Nossa Senhora da Boa Nova, que merece uma paragem para a foto de família.

   Voltemos ao grupo de holandesas que segue pujante, agora pela estrada alcatroada. «Portugal tem coisas fantásticas e estes campos são deslumbrantes. A ideia de terem feito aqui uma igreja no meio do nada», dizem-nos. 

   «Vale muito a pena vir aqui conhecer o cheiro do campo», atesta outra vez Ellen, justificando que também foi por isto que decidiu comprar a casa em Montejuntos em apenas uma semana. «Viemos - Ellen e o marido - visitar uns amigos holandeses e comprámos», revela, tendo assegurado a propriedade de área de olival e montado. Só lamenta a falta de água, que «dificulta tanto a vida a quem trabalha nisto», sublinha. 

 
As pessoas deslocam-se mais e conhecem outros locais

   Já passava das 13.00 quando o grupo terminou a «prova». Uma iniciativa da Entidade Regional de Turismo (ERT) do Alentejo, em parceria com a Câmara do Alandroal. O autarca João Maria Grilo destaca os atributos do evento. «O modelo é muito bom e a ERT está de parabéns, porque assim as pessoas têm mais hipóteses de escolha. Deslocam-se mais e conhecem outros locais que não apenas os seus», resumiu o presidente do município.
 

Artigos Relacionados

« Voltar