Eventos

2022-03-10

ALANDROAL propõe uma viagem à comida deliciosa e saudável. Sim, isso existe

 
Chama-se festival “Soil to Soul” e vai decorrer entre os dias 14 e 15 de Maio no Castelo do Alandroal. Objectivo: promover a alimentação saudável. Prioridade: garantir a participação das crianças
 
O presidente da Câmara do Alandroal, João Maria Grilo, apresentou este festival como um espaço que ambiciona convocar as pessoas para conviverem «através da música, da animação e da gastronomia, com a colaboração de pessoas ligadas à gastronomia que nos ajudarão a consumir de forma mais equilibrada».

A apresentação do festival teve lugar esta quinta-feira, inserido na Mostra Gastronómica do Peixe do Rio, alertando o autarca para a importância de garantir a participação das crianças, procurando sensibilizar os mais novos para as vantagens de uma alimentação equilibrada. Revelou o edil que, nesse sentido, pretende chegar às escolas para que este evento tenha «impacto a médio e longo prazo.» 

O «Soil to Soul» projecta cruzar um ambiente de festa com a natureza, envolvendo produtores locais, na linha de eventos que a autarquia quer ter «em harmonia com o território, capazes de atrair pessoas que descubram um pouco mais do que é o Alandroal», insistiu ainda João Maria Grilo, para quem se procura que estes eventos «sejam também atractivos para a região. Não os fazemos numa perspectiva fechada. Queremos envolver as pessoas que estão próximas de nós neste processo», acrescentou.

O casal Anna e David de Brito, da quinta biológica Terramay,  estão na organização do festival «de sensibilização alimentar e agricultura regenerativa», disse Anna, puxando do conceito, segundo o qual, «somos o que comemos», aludindo a prioridade que deve ser dada à preservação da natureza.
Anunciou comida «saudável e deliciosa» com participação de quatro chefes, oito produtores de alimentos regenerativos, artesãos locais, músicos «e muitos convidados para embarcar numa viagem gastronómica».

David Brito revelou que encontrou no Alandroal o espaço que procurava para realizar este projecto, relembrando como no ano passado aconteceu um outro festival do género em Zurique. Assumiu que esta agricultura amiga do ambiente é rentável, dando, no seu caso, já emprego a 15 pessoas. 

"Ao trabalharmos um solo saudável, os alimentos também são mais saudáveis e dão-nos a possibilidade de termos uma vida com mais saúde», resumiu.
 

Artigos Relacionados

« Voltar