Notícias

2023-11-17

Reguengos investe em Centro de Tecnologia e Inovação da Vinha e do Vinho 

 
O Município de Reguengos de Monsaraz, a Universidade de Évora, a ATEVA – Associação Técnica dos Viticultores do Alentejo e a CVRA – Comissão Vitivinícola Regional Alentejana vão avançar para a criação do Centro de Tecnologia e Inovação da Vinha e do Vinho do Alentejo, que terá a sede em Reguengos de Monsaraz
 
   Este grupo de membros fundadores vai criar um grupo de trabalho para definir a visão, a missão, os objectivos, os estatutos, o modelo de governação, o roadmap tecnológico e o plano de acção. Os parceiros vão convidar várias entidades para integrarem o grupo fundador. A primeira reunião do grupo de trabalho está agendada para o dia 27 de Novembro.
 
   
   Marta Prates, presidente da Câmara de Reguengos de Monsaraz, afirma que o concelho aposta na «captação de quadros altamente qualificados para aumentar a potenciação de desenvolvimento de conhecimento para o principal sector económico do concelho, nomeadamente a vinha, a paisagem, o solo e a água».

   A autarca explica que o objectivo inicial aponta à «criação de um centro, ou pólo, de investigação no concelho. Após contactos e algumas reuniões com a Universidade de Évora, sentimos verdadeiramente qual o caminho a seguir», acrescenta.

   As duas instituições iniciaram os trabalhos para a criação de uma Unidade de Inovação e Desenvolvimento, tal como está definido no regulamento do Portugal 2030, para posteriormente conseguirmos a certificação de Centro de Tecnologia e Inovação”.
 

   Marta Prates acredita estar perante «um momento de viragem» para a região, alegando que a Sul do Tejo não existe nenhum Centro de Tecnologia e Inovação, «pelo que poderá ser um centro gerador de conhecimento ao serviço dos stakeholders para melhorar e proteger uma actividade tão nobre e geradora de riqueza como é a vitivinicultura», sublinha.

Artigos Relacionados

« Voltar