Notícias

2023-11-13

Segredo para garantir castanhas sem bicho? Mantê-las no frio que aguentam mais 

A dica foi dada por João Margarido, um dos assadores de serviço dos 400 quilos de castanhas que esta tarde foram servidas na celebração do São Martinho em Estremoz. A festa carregou o epíteto de «Castanhas & Cantigas» e fez jus ao nome
 
TEXTO | Roberto Dores

   Comecemos pela conservação das castanhas. Se costuma comprá-las e guardá-las no cesto ao ar livre mude de de estratégia. O melhor é metê-las no frigorífico. «Aguentam mais tempo quando estão no frio», diz João Margarido, admitindo tratar-se da estratégia mais eficaz para evitar o efeito contágio do bicho.

João Margarido aconselha a assar castanhas em lume brando. A melhor maneira de garantir que não se queimam
   «Se alguma apanha bicho, passado um tempo começam a ficar todas e apodrecem», justifica, mostrando como estão no «ponto» os exemplares que vão saindo do fogareiro para os pacotes que são distribuídos pelas centenas de pessoas que esta tarde passaram pela festa em frente à Câmara. Comprovámos que estavam em conformidade. 

   400 quilos - leu bem - de castanhas foram ao lume para que «ninguém fique sem castanhas. Dos mais novos aos menos novos», como salientou o presidente da autarquia, Josá Daniel Sádio, enfatizando a aposta do Município em manter a tradição. Também por isso, sublinhou, «juntámos os mais novos aos seniores, que é o público-alvo deste evento. Para que a crianças testemunhem esta tradição e não se perca.»
 

Artigos Relacionados

« Voltar